19 • maio • 2015
Lari

p3

Depois de contar sobre a visita à Casa de Monet em Giverny no último post, não podia faltar o look que usei para ocasião, né? hehehe.

Desde o início eu queria uma produção bem alegre e girly, que tem tudo a ver com clima romântico dos jardins.

 Assim, escolhi essa blusa com laço que estou  vi-ci-a-da  (combino com tudo e promete ser uma trend futura), saia rodada estampada velha conhecida de vocês por aqui também, um blazer para aquecer (de manhã estava bem friozinho), e para dar uma pegada modernete, tênis – e não preciso citar o super conforto deles, né?

Vejam só o resultado:

p5

p6

p7

p1

Créditos:  blazer BCBG/ blusa Thelure/ saia Markus Lupfer/ tênis Lacoste para Farfetch/ bolsa Hermès/ óculos Céline 

Compartilhe


19 • maio • 2015
Lari

Olá meninas, como vocês sabem, eu estou em Paris estudando e aproveitando a cidade, mas hoje eu vou falar sobre outro destino que eu adoro e tento ir sempre: Orlando.

DSC00240

Já pensou em viajar para terra do Mickey com tudo pago? Isso é possível, viu? Maio é o mês de aniversário do SuperPrix (supermercado online que já falei para vocês nesses posts aqui e aqui), e para comemorar a data eles vão sortear três viagens para Orlando com tudo pago.

Eu em Orlando em 2013

Eu em Orlando em 2013

E, como um dos principais atrativos da cidade (além dos parques que eu amo) são os outlets, eu separei 5 dicas para vocês tirarem o melhor proveito das lojas off:

1- Trace um roteiro das lojas que serão visitadas naquele dia. Escolha entre fazer um dia inteiro de compras, o que vai te deixar bem cansada, mas vão sobrar mais dias para outros passeios, ou ir às compras de manhã e passear de tarde;

2- Acesse o site do outlet escolhido para saber que marcas vai encontrar por lá, assim você já vai sabendo o que quer conferir;

3- Dê preferência para ir na parte da manhã nas lojas que você tem maior interesse, já que estarão mais vazias e organizadas, mais fácil de encontrar achadinhos!

4- Fique de olho nos combos do tipo “compre 1, leve 2” e descontos na compra do segundo item. Aproveite, pois tem coisas mais baratas que no Duty Free;

5- Escolha uma roupa confortável! Você vai andar bastante, então opte por flats ou tênis, calças jeans/leggings e blusas mais soltinhas. Uma bolsa transpassada também facilita na hora de procurar as peças.

Disney-2

Preparadas? Agora é só passar numa das lojas do SuperPrix ou no site e fazer uma compra de no mínimo R$100. Preencha seu cupom e deposite nas urnas. O sorteio será dia 19 de junho. Boa sorte :)

www.superprix.com.br

Compartilhe


17 • maio • 2015
Lari

IMG_5788

Quem me acompanha no maior estilo reality show pelo Instagram e Snapchat (@lariduarteoficial e lariduarteof) sabe que ontem eu fiz um programa muito legal: fui para cidade de Giverny visitar a casa onde viveu o pintor Claude Monet.

1

2

Para quem não sabe, esse é um passeio que pode ser feito por qualquer pessoa que estiver por Paris. Giverny fica há 45 minutos de trem da cidade luz, bem pertinho. Ou seja, é possível visitar a casa do famoso pintor impressionista e retornar no mesmo dia.

3

4

Para quem ama jardins e flores (como a blogueira aqui hehehe o/) é um programa que pelo menos 1x na vida você tem que fazer. Afinal, parte importante da obras de Monet teve como inspiração os jardins de sua casa em Giverny. Por exemplo, a famosa série “Ninféias” que fica em exposição permanente no Musée de L’Orangerie em Paris.

6

5

Por isso, vocês já podem imaginar como os jardins são lindos, né? É uma delícia passear com calma entre as flores, verdes e lagos. Além disso, é possível visitar a casa por dentro e ver onde Monet viveu os últimos anos de sua vida.

7

8

Agora vamos as informações práticas para quem está pensando em visitar a Maison de Monet:

– Como chegar? Eu optei em ir de trem. Eu comprei online no site da SNCF por 30,00 euros com horário marcado, e têm várias opções de pacotes, mas você pode comprar na hora também. O trem sai da Gare Saint Lazare e você salta na Gare de Vernon.

Da Gare de Vernon até a casa de Monet são 7kms, eu escolhi pegar a Navette (micro ônibus) que faz esse trajeto também com horário marcado por 8 euros ida e volta. Mas, é possível alugar bicicleta para fazer esse percurso ou até mesmo ir a pé. Acho que ir de bike deve ser uma delícia, mas como eu e minha amiga fomos de manhã cedo, nós ficamos de preguiça kkkk #confissões.

IMG_5930

– Qual a melhor época para ir? Apesar da casa funcionar de março a novembro, eu acredito que a melhor época para visita seja de maio a agosto, período mais quentinho e florido por aqui, logo período que você vai aproveitar ao máximo o local.

O ticket para visitar a casa custa 9,50 euros, eu comprei na hora, mas é possível comprar no site da Fundação Monet também.

9

– Onde comer? Como é um passeio que pode levar um dia inteiro, em algum momento o familton vai dar as caras, né? Kkkk. Existem várias opções de restaurantes com espaços ao ar livre e pequenas lanchonetes – ideal para quem não tiver tempo para sentar e fazer uma refeição com calma, o que era meu caso. Meu sanduíche + água saiu por 7,50 euros.

10

Bom, como eu disse antes, quem é apaixonada por flores e jardins vai adorar esse passeio. Vale se programar para ir.

www.fondation-monet.com

Compartilhe