11 • Abril • 2016 Lari Leitura

Dica de livro: Como eu era antes de você

Quando eu fiz o post sobre os livros que marcaram minha vida (pra ler clique aqui), eu recebi nos comentários a sugestão de ler Como eu era antes de você, da Jojo Moyes. Eu já imaginava que o livro era bom pelas mil fotos/comentários positivos sobre ele que vi por aí, mas eu não sabia que ia AMAR, isso sim. Eu devorei as 318 páginas em um único fim de semana.

Como-eu-era-antes-de-você-preço-onde-compra-resenha-tudo-sobre-Jojo-Moyes-filme-best-seller-sucesso-dica-de-livro-leitura-blog-Lari-Duarte

Vamos a sinopse pra vocês entenderem: aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Parece mais um romance previsível, né? Mas, não é. A história de Lou e Will leva o leitor não apenas a repensar a própria vida, mas também ensina e reforça duas coisas importantíssimas e que, na minha opinião, andam em falta no nosso mundo: tolerância e respeito ao próximo.

Nós, seres humanos, temos a – feia – mania de julgar e opinar o tempo todo nas decisões dos outros. “Ela perdoou a traição do marido, que absurdo!“, “Ele abandonou a família pra ficar com outra, que horror!“, e poderia continuar escrevendo uma série de exemplos… Tudo isso é errado. Não é querer defender, a verdade é que ninguém nunca vai saber de fato o que se passa na vida de outra pessoa, como é viver naquela pele.

Assim, o livro me levou a fazer um exercício pessoal. Antes de sair opinando sobre algo, tentar de verdade se colocar no lugar da outra pessoa. Tentar entender a situação por outro ângulo.

Bom, não preciso nem dizer que indico a leitura, né? Hahaha. Agora estou louca pra ler a continuação, o Depois de você (apesar desse eu não ter lido muitas críticas favoráveis dessa vez). Ah! E a boa notícia é que “Como eu era antes de você” vai virar filme, então quem quiser ter um gostinho do livro é só assistir o trailler abaixo:

23 • Março • 2016 Lari Leitura

Os livros que mudaram minha vida

Outro dia, eu recebi um convite muito legal. A jornalista, e também companheira de blogosfera, Dani Schwanke, me convidou para participar da coluna: “O livro que mudou a minha vida foi…”, que ela assina pra Huffington Post.

Essa é a Dani Schwanke, linda, né?

Essa é a Dani Schwanke. Linda, né?

Bom, primeiro eu fiquei muito contente com o convite porque acompanho há tempos o trabalho da Dani e adoro. Uma questão de afinidade, sabe? Me identifico com seus textos, seu estilo pessoal, sua paixão por flores rs… Vale a pena conferir seu blog (See you mag) e também seguir seu Instagram (@danielaschwanke).

Segundo motivo: vários jornalistas que admiro já participaram da tag, como Daniela Falcão e Tatiana Schibuoula. Ou seja, me senti a última coca-cola do planeta sendo entrevistada para o mesmo “local” que elas hahaha.

Terceiro porque foi uma delícia parar (no meio da loucura da fashion week…) para pensar quais livros têm um significado especial para mim e que – de fato – tocaram na minha vida. Afinal, eu sabia que não ia conseguir responder um único…

Bom, eu gostei tanto que resolvi compartilhar minha resposta aqui no blog também. Com vocês, os livros que marcaram a minha vida:

926337d0b6e90a1e225aa00932db06d6

Bom, minha avó é professora e a pessoa mais apaixonada por livros que eu conheço. Ou seja, não tinha como eu sair ‘ilesa’ dessa paixão. Ela me ensinou a ler e escrever aos 4 anos, em casa, e me incentivava e ajudava a colocar nos papéis as histórias que eu adorava inventar nas brincadeiras. Até hoje todo aniversário ou Natal ela me dá algum de seus livros – e eu simplesmente amo essa troca.

Ou seja, ler faz parte da minha essência, acho que não à toa eu abracei o jornalismo como profissão. E entre tantos livros, eu posso citar alguns que marcaram minha vida:

Livros-dicas-marcantes-que-mudaram-minha-vida-Dica-boa-leitura-Lari-Duarte-blog-Depois-daquela-viagem-livro

Depois daquela viagem, de Valéria Polizzi,

O livro conta a história real de uma garota que contraiu HIV do seu namorado aos 15 anos, e como ela passa a viver com a doença. Eu li com 14 anos, e essa história me tocou de uma forte maneira. Eu vi que a vida não era tão cor de rosa como eu imaginava.

As-Boas-mulheres-da-china-Livros-dicas-marcantes-que-mudaram-minha-vida-Dica-boa-leitura-Lari-Duarte-blog-Depois-daquela-viagem-livro

As boas mulheres da China, de Xinran,

Outro livro de histórias reais que mudou minha forma de encarar a vida. Eu li aos 18 anos e ele fez com que eu valorizasse ainda mais a minha liberdade para agir, pensar e viver como mulher.

A-Lista-de-Brett-As-Boas-mulheres-da-china-Livros-dicas-marcantes-que-mudaram-minha-vida-Dica-boa-leitura-Lari-Duarte-blog-Depois-daquela-viagem-livro

A Lista de Brett, de Lori Nelson Spielman,

Eu li ano passado e também me tocou bastante. O livro me inspirou a fazer um balanço geral da minha própria vida, tal como a personagem Brett.”

Meu sonho ter uma sala assim...

Meu sonho ter uma sala assim…

PS: quais livros marcaram a vida de vocês também? Vou adorar saber! Quem quiser, é só deixar nos comentários : )

11 • Maio • 2015 Lari Dica de compras­Dica de leitura­Leitura­Moda

Dica de leitura: 101 dicas de uma personal shopper

Já faz um tempo que a tag dica de leitura não dava as caras, né? (Da última vez foi esse post aqui). Hoje eu vou falar sobre um livro que acredito que toda mulher deve comprar, e não estou exagerando,viu? É o 101 dicas de uma personal shopper da Juliana Burlamaqui.

mesa

Confesso que sou suspeitíssima para falar da Juliana. Muito antes de conhecê-la, eu já a considerava uma das mulheres mais chics do Rio e sempre foi uma inspiração para mim. Depois eu tive a oportunidade de fazer o curso de consultoria de imagem e estilo + personal shopping com ela, e minha admiração só aumentou.

JULIANA-BURLAMAQUI-SITE-1-043

Mas, muito mais que minha professora (e musa pessoal rs), a Jú é uma das pioneiras nesse assunto no Brasil. Atua como personal shopper do shopping Fashion Mall e no seu mailing (secreto!) de clientes particulares estão as mulheres mais poderosas da cidade.

E nesse mês Juliana resolveu compartilhar com todos seu conhecimento e lançou um livro, que com linguagem rápida e leve ensina o leitor truques para nunca mais comprar errado e ter um armário inteligente. Ou como a própria diz na introdução “ensinar você, leitora, a ser sua própria personal shopper e passar a fazer as escolhas acertadas e inteligentes para o seu closet, ou melhor, para sua vida…“.

IMG_7992-L

O livro tem um precitcho mara, apenas R$29,90, e está a venda na Livraria Cultura (online também) e na Livraria Argumento. Vale super a pena a leitura! Um pequeno investimento que vai te ensinar, sem dúvidas, a comprar e se vestir melhor.