20 • janeiro • 2017 Lari Pensata

Crônica: Orgulho do passado

Vergonha do passado. Eu nunca pensei que fosse sentir isso. Mas há 1 ano atrás, quando meu oitavo namoro terminou (que apesar de relâmpago, foi namoro), eu me vi triste, me vi sofrendo como nunca antes. Sofrendo não pelo término, mas sofrendo por ter terminado o oi-ta-vo namoro. Vocês entendem a diferença? Na verdade, o término foi um alívio até, mas mesmo me sentindo aliviada, eu me senti mal da mesma maneira.

Eu comecei a me preocupar com o que as pessoas iriam pensar. Será que vão achar que o problema é comigo? Será que vou criar fama de mala sem alça? Vou ser aquela tia solteirona descoladex que teve vários namorados? Esse número vai espantar futuros pretendentes?

As perguntas eram infinitas. E eu, além de me sentir extremamente mal por no fundo me importar com as opiniões alheias, ainda estava me sentindo fracassada. Sim, nada mais era do que dor de fracasso. Mais uma vez “eu tinha falhado”. Afinal, “onde eu estava com a cabeça quando comecei a namorar? Era pra ter sido um ficante e só.”. Só que eu sempre fui impulsiva, sonhadora…e estava lá: prazer, Larissa, 26 anos e um CV recheado de exs.

Crônica-casal-Blog-Lari-Duarte-orgulho-do-passado

Aí eu parei pra pensar, há quanto tempo eu não ficava 100% sozinha? Nada de rolos, ficantes, casinhos, flertes… E foi assim que eu tomei a melhor decisão de todas. Eu decidi fazer algo que nunca tinha feito antes. Eu ia entrar no relacionamento mais desafiador de todos: comigo mesma. Ia me entregar de corpo, alma e coração para mim mesma.

O começo, como todos os outros namoros, não foi nada fácil. Tudo era novidade! Eu não sabia lidar com essa liberdade toda. Afinal, onde eu ia levar meu “eu” no sábado a noite? Como eu e “eu” iríamos aproveitar o feriado? Será que eu ia cansar de “eu”? Será que “eu” me bastava?

A gente teve nossas brigas que resultaram em recaídas (aquela mensagem pro ex-ex-ex, quem nunca?), mas, como todos os outros namoros, com o tempo fomos pegando o nosso jeitinho, encontrando a nossa fórmula de dar certo. Até que eu me vi apaixonada pela minha própria cia.

Foi nessa fase, 100% comigo mesma, que eu me descobri de verdade. Quem é a Larissa, qual é a sua essência, quais são suas qualidades, defeitos, o que gosta, não gosta, o que aceita, o que não aceita, e principalmente, o que a faz feliz.

E de repente, o impossível aconteceu. Depois de anos sempre emendando uma pessoa atrás da outra, porque eu tinha medo de deixar um buraco aberto… Eu não vi mais esse buraco. Eu estava tão, mas tããão em paz nesse namoro comigo que sair dele não era uma necessidade, não existia mais espaço para uma terceira pessoa.

Crônica-casal-Blog-Lari-Duarte-orgulho-do-passado

Por coincidência, foi a fase que mais recebi elogios de como estava com um brilho especial, foi a fase que o trabalho mais rendeu, foi uma fase ótima… Coincidência? Claro, que não! Por mais que tentem dizer que não, o nosso brilho, nossa beleza, vem de dentro. É só você estar em paz com si própria que o mundo inteiro nota. Vale o teste!

Além disso, quando eu me conheci de verdade, eu vi que sou muito grata pelo meu passado. É por causa dele que sou a pessoa que sou hoje, foi graças aos meus erros e acertos que moldei minha forma de encarar a vida.

E foi apenas quando aprendi a me aceitar, a amar a minha cia, que pude ver que eu não precisava encontrar ninguém. Não preciso que ninguém me complete, não existe buraco/lacuna. Afinal, a gente já nasce completos, somos laranjas bem completinhas, viu?

O que pode acontecer ou não, é que no meio da nossa caminhada a gente esbarre em alguém que acrescente, que soma energia… Aquele alguém que transforma a gente na melhor versão de nós mesmos. Não é que a gente precisa desse alguém, mas é aquele alguém que veio colocar mais tons em um mundo já colorido. E o “a mais”, esse sim, vai ser sempre muito bem vindo.

PS: eu dedico essa crônica ao grupo #PapoSobreAutoEstima organizado pelo blog Futilidades. Um local onde mulheres incríveis discutem assuntos sobre auto-estima e tudo que envolve o universo feminino <3

09 • janeiro • 2017 Lari Pensata

Minha lista de metas para 2017

metas-para-2017-Lari-Duarte-tudo-sobre

Já que o blog é meu, e eu posso escrever sobre o que bem der na minha telha hehehe, por que não listar minhas metas de 2017 por aqui?

Eu acredito muito no poder de colocarmos no papel os nossos objetivos. Parece algo simples, mas não sei se é o fato de visualizarmos o que queremos, ou o fato de escrever aquilo que queremos faça com que entre na cabeça, só sei que para mim sempre ajudou pacas, viu? Fica a dica! Faça uma lista (seja no computador, caderno…) com tudo que você deseja alcançar/melhorar no próximo ano. Depois a gente conversa… ; )

metas-para-2017-Lari-Duarte-tudo-sobre

Bom, seguem as minhas metas pessoais para o ano novo:

1- Reservar mais tempo para os amigos e família. Afinal, quem quer faz, então mesmo com a agenda cheia não podemos deixar de dar atenção e viver momentos com as pessoas que realmente importam <3

2- Me alimentar melhor. Depois de 27 anos… Eu entendi que não existe dieta milagrosa, a melhor dieta é aquela saudável para o corpo. E o corpo, é onde vive a nossa alma, devemos cuidar muito bem dele. Quando estou comendo menos industrializado, priorizando alimentos orgânicos, sem fritura e açúcar, os resultados aparecem não apenas no peso, mas principalmente na saúde (nada de gripes, resfriados, alergias…). Meu corpo agradece!

3- Exercício no mínimo 5x por semana. Vou repetir a mesma coisa da alimentação, fazer exercícios não apenas ajuda a manter o peso, mas ajuda muito a minha mente a funcionar melhor. Que poder tem a endorfina, hein? Eu fico mais disposta pra trabalhar, mais bem-humorada, mais animada… Por isso, em 2017 quero encarar os exercícios como uma terapia, e não vaidade. Seja Yoga, corrida, bicicleta, ginástica… A ideia é não ficar parada.

4- Praticar outros idiomas. Mesmo assistindo filmes, viajando, como eu sinto falta de praticar outras línguas. Sem contar que acaba sendo 2 horas deliciosas “off trabalho”. Esse ano quero retomar minhas aulas de conversação em inglês e francês. Sugestões de professores no Rio? Estou aceitando!

5- Estudar algo novo. Acredito que a nossa mente nunca pode se acomodar, a gente tem que mandar novos desafios, sabe? Estimular sempre! Por isso, esse ano eu quero estudar algum tema que fuja totalmente do meu trabalho (moda/consultoria de imagem). Café, vinho, arte moderna, finanças, culinária… Ainda não sei o tema, mas estou disposta a buscar!

6- Conhecer uma cidade nova.Once a year, go someplace you’ve never been before“, já dizia Dalai Lama. Conhecer um novo lugar, uma nova cultura, é algo tão renovador! Eu sempre coloco essa meta, e tem funcionado – ainda bem : )

7- Manter o blog atualizado. Quero me esforçar ao máximo para ter posts inéditos de segunda a sexta por aqui. Vou repetir o mantra “eu quero, eu posso, eu consigo” haha.

8- Manter o meu canal no Youtube ativo. Eu amo me comunicar em vídeos! Mas, como dá um super trabalho gravar, sempre deixava de lado… Mas, esse ano coloquei a meta de vídeo novo 1x por semana. O start vai ser em fevereiro. Vamos que vamos repetir o mantra ali de cima haha.

9- Dar mais e mais workshops… Eu amei taaanto a troca que tive nas duas edições do meu workshop Power Image, que eu decidi me dedicar mais a isso. Aguardem novos projetos ; )

10- Aprender a otimizar meu tempo. Acho que o meu maior inimigo na vida sempre foi a falta de tempo. Nunca me faltou ideia, nunca me faltou planos, projetos e muito menos energia, o que sempre me falta é o danado do tempo para organizar tudo. Assim, esse ano quero levar tooodas as dicas que já me deram, tudo que já li sobre “como organizar melhor o tempo” ao pé da letra.

metas-para-2017-Lari-Duarte-tudo-sobre

Bom pessoal, essas são as minhas metas para esse novo ano. Acho que vai ser bem legal fazer um balanço geral fim do ano. E vocês, quais são suas metas para 2017? Compartilha comigo : )

08 • janeiro • 2017 Lari Pensata

Bem vindo 2017!

Olááá pessoal, como vocês estão? Como foram de réveillon? Quem me acompanha nas redes sociais (Instagram, Facebook, Snapchat etc…) sabe que eu passei a virada do ano em Angra com minha família e amigos – e com direito a dias liiindos de sol. Não poderia ter começado meu ano com energia melhor.

Como nesse período eu tenho recebido muitos comentários e perguntas do tipo “Você abandonou o blog? Desistiu de blogar?” (incluíndo você Vóvó, tô de volta!), eu achei melhor escrever esse post de reabertura antes de sair falando de outras coisas… E a resposta é NÃO, nuuunca vou acabar com o blog.

Lembram desse post? Tudo continua sendo verdade. O blog começou como um hobby e vai ser sempre assim pra mim (porque amo escrever sobre assuntos que amo, e amo mais ainda compartilhar). Justamente por isso, eu nunca teria um ghost writter, como muitas “blogueiras” têm, só para manter o blog atualizado. Não é julgamento, cada pessoa sabe o que é melhor pra si, mas só eu Lari posso dar meus pitacos sobre as coisas. Controladora? Possessiva? Talvez hahaha, mas essa sou eu.

Assim, a única solução virou até uma das minhas resoluções de 2017: mesmo atarefada com meus mil projetos, vou tentar ao máximo manter o blog atualizado de segunda a sexta. Até porque, é minha terapia, meu momento de recreio. E se alguma pessoa, além da minha família (nada pessoal Mami e Vóvó haha), continuar pegando dicas e se informando por aqui, já vai valer todo o esforço.

Vamos começar juntas 2017? Eu estava louca pra retomar isso aqui! Tanta coisa pra falar…. Conto com o carinho e apoio de vocês : )

Beijos,

Lari 

PS: eu achei tão fofa essa mensagem que vi no Pinterest, que resolvi compartilhar aqui. Espero que ajude vocês também a realizar suas metas do ano.