29 • julho • 2016 Lari Life Style

Tudo sobre o Baixo Suíça

Quem é vivo, sempre aparece! Depois de 2 semanas mergulhaaada no meu workshop, o Power Image (depois vou contar dele aqui no blog, não esqueci!), agora estou com vida tempo pra postar bastante aqui.

E com as Olimpíadas batendo aí na porta <3  , eu não poderia falar sobre outra coisa: a House of Switzerland, ou como ela foi carinhosamente apelidada, o Baixo Suíça – que começa a funcionar na próxima segunda, 01 de agosto.

Tudo-sobre-Baixo-Suíça-olimpíadas-no-Rio-onde-assistir-ir-frequentar-Lagoa-tudo-sobre-blog-site-Lari-Duarte-infors-informações

Quem me segue nas redes sociais (@lariduarteoficial no Instagram e lariduarteof no Snapchat) lembra que em maio eu viajei pra Suíça a convite do país. Que viagem inesquecível! Dá saudade só de falar. Durante 1 semana rodamos muito conhecendo lugares, cidades, tradições…. Vivenciamos e conhecemos na prática um pouco de tudo que será representado na casa deles durante os jogos olímpicos.

Mas, afinal, o que é o Baixo Suíça? 

Tudo-sobre-Baixo-Suíça-olimpíadas-no-Rio-onde-assistir-ir-frequentar-Lagoa-tudo-sobre-blog-site-Lari-Duarte-infors-informações

É um espaço criado pelo governo suíço pra receber visitantes e atletas de todo o mundo, e aqui no Rio está localizado na Lagoa Rodrigo de Freitas. Mais especificamente no campo de beisebol, altura do corte Cantagalo.

Durante a Copa do Mundo de 2014 também teve uma edição, e foi um sucesso tão grande que o país resolveu repetir. Mas, para as Olimpíadas o local volta totalmente repaginado e muuuito maior. Agora são 4.100 metros quadrados, três casas e um parque ao ar livre. Ou seja, espaço que não falta pra curtir bastante.

O grande diferencial é que o Baixo Suíça é uma das poucas casas abertas ao público e com entrada franca. Ou seja, qualquer pessoa pode ir lá para assistir os jogos, ou se entreter com as atrações – que não são poucas!

Entre elas: ringue de patinação de gelo sintético (que vai ter uma tecnologia top e não vai derreter no calor senegalês do Rio), pista de corrida com um photochart (aquele relógio siniiixtro que determina quem ganha as provas, “brincamos” nessa pista na viagem rs), uma cabine giratória de teleférico, um trem tipicamente suíço, e até um globo de neve gigante.

Tudo-sobre-Baixo-Suíça-olimpíadas-no-Rio-onde-assistir-ir-frequentar-Lagoa-tudo-sobre-blog-site-Lari-Duarte-infors-informações

Pra quem não é tão radical assim rs, o baixo também têm atrações mais tranquilas. Uma delas é o espaço gastronômico #vaigordinha. Na área de alimentação serão servidas especialidades do país como um ateliê de chocolate (onde vocês poderão me encontrar dando plantão kkk), churrasco suíço (que eu experimentei também na trip e amei!), e um foodtruck com drinks que fazem um mix da caipirinha brazuca com vinho suíço, délis!

Além disso, o baixo vai receber diversos convidados. Um deles é o cantor suíço-brasileiro Marc Sway, que foi uma das melhores descobertas da viagem. Eu assisti ao show dele e amei, até hoje escuto suas músicas no Spotify. E também várias outras atrações como DJs, workshops, cinema etc.

Tudo-sobre-Baixo-Suíça-olimpíadas-no-Rio-onde-assistir-ir-frequentar-Lagoa-tudo-sobre-blog-site-Lari-Duarte-infors-informações

Pra ficar por dentro de toda a programação do Baixo Suíça (que vocês viram que não são poucas, né? Êta povo animado! hahaha), é só seguir o Swissando nas redes sociais: fanpage do Facebook (clique aqui) ou no Instagram @swissando.

Bom, não preciso nem comentar que eu vou ser figurinha certa por lá, né? Eu pude acompanhar de perto a organização e sei como tudo tem sido preparado com muito carinho. Se você vier ao Rio, não deixe de ir e curtir o Baixo Suíça. Acho que é uma oportunidade única de conhecer e sentir o clima desse país tão querido e acolhedor.

23 • fevereiro • 2016 Lari Viagem

Roteiro de viagem: Genebra (parte #02)

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Vamos continuar o roteiro de viagem de Genebra? Para ler a primeira parte é só clicar aqui.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Onde fazer compras?

Como eu disse no outro post, Genebra é uma cidade pequena. Assim existem duas ruas principais de comércio que são paralelas entre si, a rue du Rhône e rue de Rive.

A Rhône é mais luxuosa e têm todas as grandes marcas, como Chanel, Gucci, Hermés etc. Já a do Rive têm lojas mais acessíveis como Zara, H&M, Eric Bompard etc. Elas têm um tamanho super ok, é possível passear pelas duas numa mesma tarde.

Para quem gosta de lojas de departamentos, eu indico a Globus. Ela oferece um pouco de tudo, mas vale destacar o andar de food hall que achei uma delícia.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Onde comer?

  • Les Armures: melhor fondue de queijo que já comi na vida. O restaurante fica na Vieille Ville e é um charme. Fãs de fondue, parada obrigatória!

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

  • Brasserie de L’Hôtel de Ville: outra opção délis de fondue de queijo – sim, eu comi dois dias seguidos fondue hahaha #viciada. O restaurante também fica na Vieille Ville e ao lado do Les Armures, mesmo estilo.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

  • Auberge Lion D’Or: para quem é fã da alta gastronomia é uma excelente opção. Ele tem 1 estrela Michelin e sua cozinha contemporânea é imperdível! Eu amei tudo. Desde a apresentação dos pratos, o sabor, atendimento… Apesar de ficar mais afastado do centro, em uma área residencial, eu recomendo.
  • Izumi: é o novo restaurante japonês que fica no rooftop do Hotel Four Seasons. Infelizmente eu não consegui ir (faltou dia… hehehe), mas recebi excelentes indicações.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Onde se hospedar?

Eu fiquei hospedada no Hotel Bristol, e gostei taaanto que não poderia deixar de indicar aqui no blog. O custo X benefício valeu super a pena! Além de muito bem localizado, eu achei ele bem luxuoso para um 4 estrelas. Sem contar que o restaurante do hotel é delicioso. Me hospedaria novamente sem dúvidas.

Bom pessoal, eu espero que esse guia ajude quem está planejando visitar Genebra. Como a cidade é pequena e localiza-se em um ponto central da Europa, é uma excelente opção para encaixar em um roteiro de viagem.

17 • fevereiro • 2016 Lari Viagem

Roteiro de viagem: Genebra (Parte #01)

Feliz 2016, pessoal! Afinal, só depois do Carnaval que o ano começa pra valer, né? Quem me acompanha nas redes sociais (@lariduarteoficial no Instagram e lariduarteof no snapchat) sabe que esse ano fugi da folia – apesar de amar um carna <3

Eu aproveitei o feriadão pra viajar com minha família. Nós ficamos uns dias na Suíça e depois engatamos 1 semanitcha esquiando, ou melhor, fazendo snowboard em Chamonix na França, uma delícia!

Ou seja, aguardem muitos posts sobre essa viagem toda. Têm muitas dicas e coisas legais para compartilhar com vocês.

E para abrir com chave de ouro, hoje eu vou falar sobre Genebra, a cidade que escolhi pra ficar como base na Suíça. Quando estava pesquisando, eu senti muita falta de dicas de lá. Assim, eu resolvi fazer um roteiro de viagem de Genebra. Vamos lá!

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Genebra vista de uma das torres da Catedral St. Pierre

Sobre Genebra:

Ao contrário do que muitos pensam, Genebra não é a capital da Suíça (e sim Berna). A cidade está localizada na parte francesa do país, assim o francês é a língua oficial. Mas, todos falam inglês também, e se bobear até português rs. Por ser sede da ONU a cidade é bem cosmopolita.

Se você for do ritmo non-stop, 1 dia é suficiente pra conhecer Genebra toda, mas se quiser explorar cada cantinho com calma e tranquilidade recomendo 2 dias, e aí você zeeera ela de vez – o que eu fiz rs.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Bandeiras da Rue d’ Hotel De Ville

Como se locomover?

Como a maioria das cidades suíças, Genebra é bem pequena, então na maior parte você vai fazer tudo a pé. Mas, outra opção é usar os transportes públicos: ônibus e train (um tipo de metrô a céu aberto) que são muito fáceis de entender as rotas, e de quebra gratuitos pra estrangeiros (só pegar o seu cartão no hotel). A noite pra sair eu peguei taxi, mas achei a tarifa alta. Ou seja, de dia, aposte nos transportes públicos mesmo.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Passeando pela Vieille Ville

O que visitar?

  • Cidade Velha ou Vieille Ville

Localizada na parte mais alta da cidade, foi ali que Genebra nasceu. Têm várias ruelas fofas e é uma área gostosa de caminhar e passear. Eu recomendo parar na praça principal, a Place de Bourg-de-Four, e tomar um café ou vinho vendo o movimento.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Tomando um chá pra aquecer em um café da Place de Bourg-de-Four

  • Catedral de Saint-Pierre

Na cidade velha fica a catedral da cidade, a Catedral de St. Pierre. Como ela é um catedral protestante, dentro dela não há imagens de santos ou muitos “enfeites”, mas mesmo assim vale a visita. Além disso, é possível subir em suas torres e ter uma vista panorâmica da cidade, imperdível!

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Entrada da Catedral St.Pierre

  • Jardin D’Anglais e L’ Horloge Fleurie

A beira do Lac Léman está esse jardim, o Jardin D’Anglais. Como eu viajei em pleno inverno, não deu pra ver muita coisa, mas imagino que na primavera fique bem bonito. Dentro dele fica o famoso Horloge Fleurie, um relógio feito de flores que é um dos mais famosos pontos turísticos da cidade.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

  • Jet D’Eau

Outro ponto turístico famosíssimo de Genebra é o Jet D’Eau, um jato de água espirrado para o alto em pleno lago Lémane que é considerado a fonte mais alta do mundo. Você vai ver o jato de diversos lugares de Genebra, inclusive do Jardin D’Anglais.

  • Passear nas margens do Lac Léman

Outro passeio imperdível é passear a beira do famoso lago, o Lac Léman. Durante o verão é possível passear de barco nele, e até fazem um “tipo de praia” em um trecho chamado de “Bains des Paquis” (a entrada é paga). A água do lago é super limpa e cristalina, deve ser ótimo na curta época de calor deles. Mas, em pleno inverno (que era meu caso…), eu dei só uma caminhadinha mesmo rs.

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Euzitcha em frente a ONU

  • ONU

Como eu disse antes, em Genebra fica a sede das Nações Unidas, a ONU. É possível fazer um tour dentro da sede que dizem que é super interessante e dura em média 1h. Mas, as visitas não estavam ocorrendo quando eu fui. Fica a dica conferir no site deles antes o funcionamento e agendar a visita (www.unog.ch).

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Monumento Broken Chair na Place de Nations

  • Place de Nations + Broken Chair

Em frente a ONU fica essa famosa praça e nela tem o monumento Broken Chair, que é uma inusitada cadeira gigante com 1 perna quebrada.

A história da cadeira é a seguinte: ela foi criada em 1997 e a princípio ficaria por apenas 3 meses exposta ali. O motivo? Ela representava o protesto contra as minas terrestres utilizadas nas guerras na África, que já fez muitas vítimas morrerem ou perderem uma de suas pernas.

A cadeira fez tanto sucesso que o governo decidiu tornar ela permanente.

  • Museu da Cruz Vermelha

Genebra também é sede da Cruz Vermelha, organização que presta assistência humanitária de saúde e direitos humanos para vítimas de guerras. No museu da organização é possível acompanhar a história do seu trabalho pelo mundo. Muito interessante! (www.redcrossmuseum.ch)

Dicas-de-Genebra-Geneve-O-que-fazer-informações-tudo-sobre-o-que-visitar-roteiro-de-viagem-guia-de-viagem-genebra-infos-blog-Lari-Duarte-como-chegar-Suíça-Suiça-viagem

Mais uma foto minha batendo perna pela cidade

Bom pessoal, como eu não sei ser sucinta (acho que por isso amo tanto blogar haha), eu já vi que o post está enorme. Para não ficar cansativo, amanhã eu termino o Guia de Viagem de Genebra com dicas de onde comprar, comer e se hospedar, combinado? Espero que gostem : )