24 • janeiro • 2017 Lari Beleza

Como cuidar da pele (e o que evitar) no Verão

Vou começar esse post me apropriando na cara de pau de um verso de Caetano Veloso, “cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é…” no VERÃO. Afinal, só a gente sabe as consequências que a estação mais esperada do ano nos causa, né? Hahaha.

Brincadeiras a parte, todos nós sabemos como os cuidados com a pele devem ser redobrados nessa época Assim, eu convidei minha dermato/amiga/musa Dra. Vanessa Metz para listar quais são os aliados e inimigos da nossa pele no Verão:

Cuidados-com-a-pele-no-verão-o-que-fazer-e-o-que-não-fazer-tudo-sobre-Blog-da-Lari-Vanessa-Metz-Dermatologia-dermato

APOSTE

  • Filtro solar – Não dá para negar, o filtro solar é o principal produto da estação.  Seja para fazer uma caminhada, dar um mergulho na praia ou realizar atividade rotineiras, os raios UVA e UVB nos atingem diariamente e, no verão, com ainda mais intensidade. “O filtro solar deve ser aplicado todos os dias e em todas as áreas expostas do corpo, como rosto, braços, mãos, colo, orelha, nuca e dorso dos pés. Em caso de exposição direta ao sol, deve ser reaplicado a cada duas horas. Quem tem pele clara deve usar, diariamente, filtros com FPS 30 (no mínimo) e, para exposição mais intensa, de 50 (no mínimo). Peles mais morenas podem usar FPS menores, mas devem – sim -usar filtro solar”, afirma Dra. Vanessa.
  • Fotoprotetores orais – Ideias para redobrar a proteção, os fotoprotetores orais aumentam a resistência da pele. “É importante ressaltar que eles não substituem o filtro, somente atuam como coadjuvantes. Funcionam como uma complementação para pessoas que possuem uma resistência menor à radiação”, orienta a dermatologista.
  • Hidratação – A exposição ao sol, vento, água salgada e cloro de piscina colaboram para aumentar o ressecamento da pele. Portanto, é fundamental repor a hidratação da pele. “Ativos como lactato de amônia, ureia, vitaminas E, B5, extratos de camomila e calêndula retêm água e impedem a desidratação da cútis. No rosto, capriche em uma boa dose de antioxidantes para neutralizar os radicais livres”, recomenda. Outra forma de hidratação indispensável é a água. “Beba de dois a três litros por dia. Dessa forma, a pele que foi exposta ao sol mantém a hidratação e a probabilidade de ressecar e descascar diminui”, conta.
  • Produtos capilares – Os mesmos fatores que provocam o ressecamento da pele também ressecam e fragilizam os fios de cabelo. “Ao sair do mar ou da piscina, tome uma ducha de água doce para retirar o sal ou o cloro. Também é fundamental cuidar da proteção dos fios, já que os raios ultravioletas queimam também a queratina dos cabelos. Invista em filtros solares capilares e leave-ins com proteção UV”, ressalta Vanessa. Quem quiser também pode apostar em uma borrifada de água termal. “O produto é ótimo para hidratar sem deixar os fios pesados e ainda diminui o frizz”.

Cuidados-com-a-pele-no-verão-o-que-fazer-e-o-que-não-fazer-tudo-sobre-Blog-da-Lari-Vanessa-Metz-Dermatologia-dermato

EVITE

  • Aplicar o filtro de forma errada – Muitas pessoas economizam no filtro ou não usam o produto da maneira adequada. Independente do valor do FPS, se você usar o filtro solar na quantidade inadequada, você vai ter uma proteção muito menor. “A fotoproteção é calculada pela quantidade que você aplica. Por isso, é preciso passar o produto no corpo todo e sem medo de abusar”, explica a especialista.  Outro erro comum é aplicar o protetor somente ao chegar à praia ou piscina. “O produto deve ser aplicado alguns minutos antes da exposição”, diz. Existe uma regrinha para facilitar a quantidade de filtro solar a ser aplicada – a regra da colher de chá (que possui, aproximadamente, 2mg/cm²):
    – Uma colher de chá para rosto e pescoço
    – Uma colher de chá para cada braço
    – Duas colheres de chá para cada perna
    – Duas colheres de chá para tronco e dorso
  • Alguns tratamentos estéticos – Alguns peelings e tratamentos mais profundos requerem que a paciente evite a exposição solar, já que o rosto fica mais sensível e vulnerável. “Para evitar comprometer a saúde da pele, o recomendado é dar um break em procedimentos mais agressivos”, conclui Vanessa.
www.vanessametz.com.br

Rua Visconde de Pirajá, 351 sala 620 – (21) 2521-0772/ 2513-3068

 

PS: Amei muito os Dos & Dont’s da Dra. Vanessa para o verão! E vocês, o que acharam?

18 • janeiro • 2017 Lari Beleza

Meus protetores nesse verão

Dicas-de-como-cuidar-da-pele-na-praia-protetor-solar-filtro-solar-Lari-Duarte-quais-usa-tudo-sobre-

Quem acompanha o blog há mais tempo sabe,  to-do-a-no  eu faço um post com minha necesseire de praia. Mas, ultimamente minha necesseire está mais para um estojo de tão compacta: 3 protetores + 1 pente + grampinhos soltos… e só.

A crise me atingiu? Eu surtei? Nada disso hahaha. A verdade é que eu mudei muito minha forma de consumir. Cada vez mais estou comprando menos e de uma maneira mais consciente, e acho que foi uma consequência natural eu diminuir meus “itens essências para pegar sol”, sabe?

No fim das contas, o que eu preciso é de um bom protetor solar (proteção sempre!), e uns grampinhos pra fazer um coque no cabelo. Como não tenho mais mexas, eu deixo pra hidratar os fios no banho depois (assunto pra um próximo post).

Assim, hoje eu vou mostrar para vocês meus filtros solares preferidos nesse verão:

Dicas-de-como-cuidar-da-pele-na-praia-protetor-solar-filtro-solar-Lari-Duarte-quais-usa-tudo-sobre-

  • Eau Thermale Avene Haute Protection Spray SPF30: como nessa época de calor acaba surgindo um pouco de acne nas minhas costas, o meu dermatologista recomenda usar esse no corpo. É o “menos” oleoso, segundo ele. Apesar de não ser fácil de espalhar, eu gosto bastante.
  • Nívea Sun Protect Bronze FPS15: eu AMO os bronzeadores da Nívea, são os meus favoritos! É fácil de espalhar e deixa uma cor super bonita – que não é vermelho camarão haha. Eu uso ele nas pernas porque gosto delas mais bronzeadinhas.
  • Heliocare Max Defense em gel FPS90: meu favorito disparaaado pro rosto <3 Não tem cheiro forte, aplica fácil, não é oleoso, e protege pra valer (o que é mais importante).

 

Todos esses protetores eu encontro facilmente a venda em farmácias, e duram bastante.

 

PS: e vocês, quais filros usam? Me contem! 

03 • maio • 2016 Lari Moda­Sem categoria

O que vamos usar no próximo verão?

Quem me acompanha nas redes sociais (@lariduarteoficial no Instagram e lariduarteof no snap) viu que semana passada eu fui pra SP conferir o São Paulo Fashion Week.

Apesar de não acreditar mais 100% nessa fórmula de “apresentar algo que só vamos usar daqui há 6 meses” (acho que hoje em dia somos tão ansiosos que não aguentamos esperar esse tempo todo, queremos vestir agora o que vimos agora, né? o tal do “see now, buy now”), eu ainda acho que o SPFW tem sua importância. Além de super valorizar o trabalho das marcas nacionais, o evento levanta possíveis hits de sucesso. Sem contar que pra mim ainda é uma delícia rever os amigos “das modas”.

SPFW-tendencias-o-que-vamos-usar-no-verão-em-2017-trends-moda-dicas-Lari-Duarte-blog

Bom, mas hoje eu vou falar sobre esses possíveis sucessos. Com 40 desfiles, é fácil identificar algumas tendências. Se de fato as pessoas vão aderir, só vamos saber depois, mas a princípio essas são as principais trends do próximo verão. Vejam só:

SPFW-tendencias-o-que-vamos-usar-no-verão-em-2017-trends-moda-dicas-Lari-Duarte-blog 1- Valorização das peças handmades ou artesanais

Essa pra mim é uma das principais tendências, não só na moda, mas comportamental mesmo. Inclusive, em Paris eu assisti uma palestra que falava sobre isso, como cada vez mais as pessoas buscam o “slow fashion” e não o “fast fashion”, que há de fato uma valorização ao que tem valor, o que é exclusivo e único.

E no SPFW isso ficou muito claro nos desfiles das marcas Helô Rocha, Isabela Capeto e Patbo. Elas apresentaram looks únicos, com trabalhos riquíssimos e peças que mais parecem joias de tamanha riqueza dos detalhes.

SPFW-tendencias-o-que-vamos-usar-no-verão-em-2017-trends-moda-dicas-Lari-Duarte-blog

2- Oversized

Esqueça roupas justas e perfeitinhas no corpo, a ordem da vez é apostar em modelagem oversized. Isso foi o que mais bombou na semana de moda de Paris e também reinou absoluto na SPFW. Isto é, em bom português, aquela peça com cara de estar 1 número maior que o seu. Amo essa trend principalmente em casacos, como o do desfile da Salinas, e em calças como o da Abrand.

LD_SPFW_VERÃO_17_3

3- Maxi brincos

Eles estão de volta, os maxi brincos! Depois de algumas estações de maxi colares, no próximo verão vamos colocar o foco nas orelhas. E a ideia é ser maxi mesmo, viu? Quanto mais volumoso, chamativo, e “aparecido” melhor.

SPFW-tendencias-o-que-vamos-usar-no-verão-em-2017-trends-moda-dicas-Lari-Duarte-blog

4- Gargantilhas

Ainda sobre acessórios… alternando aos maxis brincos, as gargantilhas vão continuar bombando. Seja de metal, tecido, couro… não importa o material, elas continuam fazendo as produções e não sendo apenas um complemento.

SPFW-tendencias-o-que-vamos-usar-no-verão-em-2017-trends-moda-dicas-Lari-Duarte-blog

5- Assimetria

Além da modelagem oversized, outra que me chamou atenção foi a assimétrica. Esqueça produções perfeitinhas, a proposta da vez é ser diferente e desigual. Pra quem quer começar a usar essa moda e não sabe como, a forma mais simples é apostar nas saias assimétricas. É sinônimo de estilo cool e moderno.

Bom pessoal, eu espero que tenham gostado desse balanço do SPFW. Seguindo a linha do conceito “see now, buy now”, quem quiser já pode aderir e usar todas essas tendências pra ontem.