03 • Abril • 2017 Lari Viagem

#ViajandoComLari: TAP e seu programa Portugal Stopover

Quem me acompanha nas redes sociais já sabe da novidade, eu viajei a Portugal com o time Caras Blogs para cobrir o Portugal Fashion, a semana de moda do país que acontece nas cidades de Lisboa e Porto.

A experiência não poderia ter sido melhor! Minha primeira vez na terrinha e ainda fazendo uma das coisas que mais amo, assistir desfiles, conhecer novas marcas, pessoas… Eu tenho taaanta coisa pra compartilhar com vocês.

A gente viajou com a TAP, cia aérea portuguesa que nós, brasileiros, tanto gostamos – afinal, sempre têm ótimas tarifas. Durante a viagem, eu tive a oportunidade de conhecer um programa muito legal da TAP e muito vantajoso pros viajantes, o Portugal Stopover.

Produto-TAP-Portugal-Stopover-Cia-aérea-viagem-europa-blog-da-Lari-Duarte-aerolook-look-para-viajar-Tuk-Tuk-tuktuk-Lisboa-Porto-City-Tour

O Stopover funciona assim: qualquer viagem que você comprar com a TAP (com a opção Stopover) que tenha escala em Portugal, você pode aproveitar para esticar essa escala em até 3 dias, e visitar Lisboa ou Porto com uma série de vantagens.

Ou seja, você acaba fazendo 2 viagens em 1. Por exemplo, se o seu destino final é Paris, você pode passar 2 dias antes em Lisboa.

Produto-TAP-Portugal-Stopover-Cia-aérea-viagem-europa-blog-da-Lari-Duarte-aerolook-look-para-viajar

Entre as experiências e ofertas especiais estão: descontos em vários hotéis (em cima da tarifa já especial do Booking), oferta de garrafa de vinho em restaurantes, passeios guiados, descontos, e muito mais – para conferir todas as vantagens é só entrar no site. Ah! Outra coisa legal é que através do App Stopover você pode ver no mapa se têm lugares perto de você que são afiliados.

Eu e o time Caras Blog vivemos uma das experiências oferecidas no Stopover. A gente fez um city tour por Lisboa de TukTuk, aquele carrinho indiano, sabe? Foi super divertido e diferente conhecer a cidade dessa forma, adorei e recomendo!

Produto-TAP-Portugal-Stopover-Cia-aérea-viagem-europa-blog-da-Lari-Duarte-aerolook-look-para-viajar-Tuk-Tuk-tuktuk-Lisboa-Porto-City-Tour

Mas, afinal, como reservar o Portugal Stopover? É só entrar no site da TAP, e selecionar na pesquisa a opção Stopover. Simples assim hehehe. Agora ninguém tem desculpa para não conhecer esse país tão incrível.

 

SITE:  https://portugalstopover.flytap.com

23 • Janeiro • 2017 Lari Sem categoria

Guia de viagem: cidade de Bordeaux

Vamos continuar a falar da minha viagem à Bordeaux? Depois do post sobre St. Émilion e sobre as vinícolas que visitei, hoje eu vou falar sobre a cidade de Bordeaux, capital da região.

Tudo-sobre-a-cidade-Bordeaux-informações-guia-de-viagem-dicas-roteiros-capital-vinho-Bordeaux-onde-ficar-o-que-fazer-Cité-Du-Vin-Museu-do-vinho-blog-da-Lari-Duarte

Como já comentei, na segunda parte da viagem eu fiquei hospedada em Bordeaux mesmo, capital. Apesar de não ter o mesmo charme de ficar em um chateau (como eu fiquei em Émilion), é de longe mais estratégico. A cidade é central pra visitar toda a região de Bordeaux, nada fica muito longe, sabe?

Eu me hospedei no Hotel Mercure Bordeaux Cité Mondiale Centre Ville, e recomendo. O custo X benefício é excelente. O hotel é muito bem localizado e moderno. Sem contar que tem uma vista linda pro rio Girone no espaço de café da manhã. Mas, atenção! Existem vááários hotéis da rede na cidade, eu e meu namorado erramos TRÊS vezes antes de achar ele hahaha, então coloca o nome todo certinho no GPS, ok?

Tudo-sobre-a-cidade-Bordeaux-informações-guia-de-viagem-dicas-roteiros-capital-vinho-Bordeaux-onde-ficar-o-que-fazer-Cité-Du-Vin-Museu-do-vinho-blog-da-Lari-Duarte

Mas, afinal, o que fazer na cidade? Segundo a revista Wine Spectator, o prefeito atual resolveu investir pra valer no turismo. Isto é, quer que Bordeaux seja tão visitada quanto Paris. Meta alta? Não, imagiiiina haha. Para isso, ele está “modernizando”, e o que eu notei foi uma cidade cosmopolita com transporte público ótimo (usei tipo um metro a céu aberto).

Mesmo assim, eu acho que 1 dia é mais do que suficiente pra cidade. Sugiro visitar a Place de La bourse, que é o cartão postal, e passear na beira do Rio que é tipo um calçadão. Mas, o passeio  im-per-dí-vel  mesmo é a La Cité Du Vin.

Tudo-sobre-a-cidade-Bordeaux-informações-guia-de-viagem-dicas-roteiros-capital-vinho-Bordeaux-onde-ficar-o-que-fazer-Cité-Du-Vin-Museu-do-vinho-blog-da-Lari-Duarte

A  Cité Du Vin é tipo a Disney para os Wine Lovers. Inaugurada no ano passado, o espaço tem um museu super interativo e dinâmico focado em vinho, claro, onde conta a história desde sua criação até os dias de hoje – e sua presença no mundo atualmente. Tudo de uma forma muito criativa e interessante, você nem sente a hora passar. O formato de decanter da construção tem tudo a ver com a proposta moderna do local.

Além disso, têm loja com acessórios e livros no tema, e restaurantes. Como diz a própria Cité “é uma viagem de descoberta profunda a cultura do vinho“, acho que foi a melhor definição sobre o local, e por isso eu recomendo a visita até para quem não bebe vinho.

Tudo-sobre-a-cidade-Bordeaux-informações-guia-de-viagem-dicas-roteiros-capital-vinho-Bordeaux-onde-ficar-o-que-fazer-Cité-Du-Vin-Museu-do-vinho-blog-da-Lari-Duarte

No quesito gastronomia – ou gulosísse – foi em Bordeaux um dos melhores jantares da viagem, no restaurante La Tupina. O que eu mais gostei é que o restô tem um clima super informal, descontraído, lembra um açougue, sabe? A garçonete portuguesa quando percebeu que éramos brasileiros começou a tratar a gente o dobro melhor hahaha Muito querida! A especialidade é cozinha do sudoeste francês, com muitos frios, linguiças, e carnes, regados a um bom vinho de Bordeaux, claro.

Tudo-sobre-a-cidade-Bordeaux-informações-guia-de-viagem-dicas-roteiros-capital-vinho-Bordeaux-onde-ficar-o-que-fazer-Cité-Du-Vin-Museu-do-vinho-blog-da-Lari-Duarte

Bom, como eu disse, eu AMEI minha viagem toda em Bordeaux. É o roteiro que todo mundo que ama vinho deve fazer 1x na vida. Eu espero retornar um dia (de preferência em breve haha) pra visitar ainda mais vinícolas.

12 • Janeiro • 2017 Lari Viagem

Onde se hospedar em Paris? Buddha Bar Hotel

Na minha opinião, Paris é aquele destino que não existe “alta temporada”. Não importa a época do ano, sempre têm muitos brasileiros viajando pra cidade-luz – como apaixonada declarada por Parrí, acho justíssimo visitar qualquer mês haha. A cidade é linda e em cada estação do ano ela tem um charme especial…

Para quem está de viagem marcada pra lá, hoje eu vou dar uma dica de hospedagem 5 estrelas, o Buddha Bar Hotel. 

Onde-se-hospedar-em-Paris-Dicas-de-Hótel-bem-localizado-5-estrelas-luxo-moderno-parisience-coração-da-cidade-Buddha-Bar-Hotel-Blog-Lari-Duarte-em-Paris

Eu fiquei hospedada nele (pela segunda vez) na minha última ida à cidade, e novamente a experiência foi incrível. Sem dúvidas, é um hotel que eu recomendo de olhos fechados.

Primeiramente porque a localização é per-fei-ta. Eu já fiquei hospedada, já morei, em diferentes bairros, mas para quem está de turismo por lá não existe outra área melhor. O hotel fica no coração do 8éme, em uma pequena rua transversal a rue Faubourg Saint-Honoré – uma das ruas mais chics de Paris. Ou seja, entre os vizinhos do hotel estão Chanel, Saint-Laurent, a primeira Hermès do mundo etc. Nada mal, né? Hahaha.

Mas, não apenas pela vizinhança chique no urrrtimo a localização é boa, principalmente porque é um ponto bem central da cidade. Nada fica muito longe para ir de lá (nossos $$$Temerzinhos agradecem), e você também está perto de várias atrações para ir a pé ou de bicicleta.

Onde-se-hospedar-em-Paris-Dicas-de-Hótel-bem-localizado-5-estrelas-luxo-moderno-parisience-coração-da-cidade-Buddha-Bar-Hotel-Blog-Lari-Duarte-em-Paris

Segundamente, brincadeirinha, segundo ponto: o atendimento é exatamente o que se espera de um hotel 5 estrelas. Os funcionários são super atenciosos, desde o porteiro , recepção, camareira… Todos foram sempre extremamente gentis e dispostos a me ajudar.

E olha que testei pra valeeer, hein? Hahaha. Eu recebi encomenda, pedi coisas de madrugada, fiquei 1 dia inteiro no estilo walking dead de ressaca (do casamento que fui madrinha) sobrevivendo a base de  roomservice… E todas as vezes fui prontamente atendida, com direito a algumas pessoas falando português <3

Sem contar a parte do conforto, que também se espera de um 5 estrelas. Tudo do mais moderno e luxuoso, cama que te dá vontade de hibernar, banheiro amplo (que não gera discordia no casal), amenidades etc. Vou contar mais um detalhe excêntrico e tecnológico do quarto, o vaso sanitário tem sistema de aquecimento e outras coisitchas a mais hahahaha, nunca tinha visto!

Além disso, o Hotel têm o spa B/Attitude Studio (que eu fiquei arrasada de não ter tido tempo mais uma vez de experimentar, babei no menu de tratamento rs), o restaurante Le Vraymonde, e o bar Qu4tre.

Separamos uma noite para jantar no Le Vraymonde. Eu já tinha almoçado lá e adorado o menu, mas queria a experiência de jantar na área externa no clima sexy/romantic uiiii com luzes baixas.  Para os gourmants que curtem comida asiática, eu recomendo muito – ele é aberto para o público também. Ah! E antes, eu recomendo tomar um drink no bar Q4tre, que foi eleito  o melhor bar de hotéis da Europa segundo a Condé Nast.

Onde-se-hospedar-em-Paris-Dicas-de-Hótel-bem-localizado-5-estrelas-luxo-moderno-parisience-coração-da-cidade-Buddha-Bar-Hotel-Blog-Lari-Duarte-em-Paris

 

Para quem curte um hotel moderno e ficou interessada, as diárias no Buddha Bar começam a partir de 380 euros, mas eles sempre têm promoções, vale a pena ficar de olho e checar – hoje mesmo dei uma olhada e tinha quarto por 350…

Bom, vocês perceberam como amei a hospedagem, né? Não por acaso o slogan do hotel é: “not just another hotel, it’s a lifestyle“.