07 • abril • 2015 Lari Acessórios­Bolsas

Uma clutch para vida: knot da Bottega Veneta

LD_KNOT_BOTTEGA_1

Em tempos de crise, ultimamente eu tenho prestado mais atenção nas boas compras que já fiz. Aquelas coisas que comprei faz teeempos, mas continuo usando firme e forte por aí.

Como eu percebi que muitas de vocês gostam desse assunto (e quem não gosta? hehehe), hoje eu decidi falar sobre uma bolsa clássica que sobrevive a qualquer tendência passageira, mas ainda acho que é pouco comentada. É a clutch knot da Bottega Veneta.

LD_KNOT_BOTTEGA_2

Para quem não sabe, o modelo dessa bolsa existe há mais de 30 anos e é feita manualmente pelos artesãos da marca. Mas, foi só a partir de 2001, quando o designer Tomas Maier assumiu a direção criativa da Bottega, que o modelo virou ícone fashion e foi batizado pelo nome Knot.

Desde então, a cada estação a clutch é relançada em diferentes materiais, cores, e aplicações – e desejada por nós mortais rs. Ela serve de base para as criações e inspirações de Maier, e é usada por celebridades e fashionistas do mundo todo.

Além disso, a Knot virou até inspiração para perfume. Em setembro do ano passado a marca lançou uma fragrância com o frasco inspirado na clutch, com direito até a tampa de “nózinho” como a da bolsa.

LD_KNOT_BOTTEGA_3

Eu comprei a minha 1º knot, uma pretinha básica, há 6 anos atrás. Nessa época comecei a me interessar por moda e decidi “investir” no segmento rs. Isto é, fazer poucas e boas compras.

O que eu não sabia é que estava fazendo uma das minhas melhores compras da vida, até hoje eu uso MUITO ela. Casamento, jantar, cinema, festa… São inúmeras as ocasiões que quero completar meu look com uma pequena clutch. E de quebra, adicionei na coleção pessoal uma rosa com aplicações que uso tanto quanto a preta.

LD_KNOT_BOTTEGA_4

Para quem ama bolsas e, como eu, gosta de comprar de preferência modelos que você sabe que não vai enjoar daqui há pouco, esse post é para dizer que vale a pena pensar sobre a knot. Eu sei que o investimento não é baixo (o modelo começa a partir de $1.500,00), mas o custo x benefício compensa, vai por mim ; )

PS: e vocês o que acham da Knot? Quero saber! 

  • Mari 07/04/2015 às 10:31

    Realmente elas são maravilhosas e suuuper bem feitas e é uma peça atemporal, não segue tendência, é um coringa para se ter no guarda roupa! Acho que vale muito o investimento!

    Bjks,
    Mari

    Responder

    • Lari 14/04/2015 às 10:53

      Concordo 1000% com você Mari! hehehe

      Responder

  • Janeisa Tomás 12/04/2015 às 11:00

    Olá Lari, tenho uma “tag”que se chama “Links Para Visitar” em que posto sempre aos domingos links bacanas e interessantes que me chamaram à atençao para compartilhar e este post está na listinha.
    Bjs Passe lá e confira!

    Responder

    • Lari 14/04/2015 às 10:49

      Que legal!!! Vou conferir : )

      Responder

  • Priscila 12/04/2015 às 12:43

    Oi Lari, tudo bem?? Estou com uma dúvida que queria a sua ajuda. Vou viajar pra Paris no início de maio e pretendo comprar uma bolsa Balenciaga. Devo viajar apenas com uma bolsa, Miu Miu, para levar minha carteira etc. A viagem só vai duar duas semanas. Como tem sido pra desembarcar no RJ com bolsas importadas?? Será que tem perigo de me taxarem?? Pensei em voltar usando a Balenciaga. Eles taxam o que vc está usando?? Me estendi um pouco…Espero que vc me ajude. Bjs e obrigada.

    Responder

    • Lari 14/04/2015 às 10:49

      Olá Priscila,
      bolsa de uso pessoal a alfândega não pode taxar. Minha dica é você não trazer em caixas, ou qualquer coisa que dê a entender que você comprou essa bolsa na viagem, entende? Melhor ainda se você voltar com a Balenciaga. Além disso, tire fotos usando as bolsas na viagem porque isso prova que você não está trazendo para vender 😉 Espero que eu tenha ajudado!
      Beijos

      Responder

  • Priscila 15/04/2015 às 22:00

    Ajudou muito! Você é uma fofa! Adoro seu estilo, seu jeito objetivo e ao mesmo tempo carinhoso de escrever pras leitoras! Desejo cada vez mais sucesso pra você! Beijos.

    Responder

    • Lari 18/04/2015 às 16:48

      Eu que agradeço palavras tão queridas 🙂 Beijo grande e obrigada

      Responder

Deixe um comentário