Minha história com a balança

Desde quando criei o blog eu tenho vontade de escrever esse post. Isso não é sensacionalismo barato pra segurar vocês aqui lendo texto não, viu? É porque esse lance de peso, emagrecer, nunca foi algo fácil para mimo que muitas pessoas não sabem.. Falar dele publicamente então? Ixi! Muito difícil.

balanca

E de uns tempos para cá, muitas leitoras/seguidoras têm comentado que eu emagreci, que estou mais “magra do que nunca“, e me perguntam o que ando fazendo. Minha vontade é responder que finalmente eu encontrei o equilíbrio que eu, Lari, preciso. Mas, para responder isso vocês precisam saber da minha história com a balança desde o início, né? Então, se prepara que lá vem algumas linhas.

balança-Bioimpedância-tetrapolar-samira-figueiredo-perder-peso

Eu nasci em uma “família magra”. Isto é, muitos dos hábitos que hoje em dia todo mundo sabe que são saudáveis, eu cresci tendo sem nem ter consciência. Mérito total da minha mãe, minha inspiração de saúde até hoje.

Por exemplo, desde criança ela obrigava eu e meu irmão a fazermos regularmente um esporte além da natação (eu fazia balé e jazz), e nos alimentarmos de 3 em 3 horas. Lanche da manhã, da tarde, ceia… sempre tivemos esses hábitos entre as refeições. Tudo isso sem neuroses! Nunca vou esquecer dos jantares semanais sagrados na Pizza Hut ou idas ao Mc Donalds hummm…

Eu e meu irmão. Duas crianças saudáveis e normais <3
Eu e meu irmão. Duas crianças saudáveis e normais <3

Bom, eu fui uma criança magra e uma adolescente magra também. Até que com 17 anos, sabe-se lá porquê, eu cismei que tinha que secar. Eu comecei a jantar sopas todos os dias e me matriculei em uma academia onde me mataaava de fazer spinnings… Resultado? De 56kgs cheguei a pesar 49kgs (para vocês terem uma ideia hoje em dia peso 53kgs), eu fiquei MUITO magra.

Mas, logo em seguida fui fazer intercâmbio nos EUA e foi quando minha briga com a balança começou. Imagina o que acontece quando um corpo está acostumado a tomar sopa e a fazer muita atividade, de repente começar a receber cheetos + donuts em frente a TV? Em 5 meses ganhei 11kgs, eu tive o famoso efeito sanfona.

Momentos meus no intercâmbio com mais 11kgs
Momentos meus no intercâmbio com mais 11kgs e mais cabelos também hahaha

Assim que eu voltei ao Rio eliminei rapidinho 5kgs sem sofrimento, acho que só de voltar a rotina eu perdi boa parte da orgia gastronômica que fiz na California. Mas, eu posso dizer que até os meus 22 anos foi uma guerra acirrada contra os kgs.

Durante esses 4 anos eu fiz tudo que é tipo de dieta, a da lua até a mais maluca, e oscilava de épocas mais magra a épocas beeem cheinha. Foi também nessa época que virei leitora assídua de todas as revistas de saúde e bem estar. Acho que se existisse blogueira fitness na época, eu seria suuuper seguidora hahaha.

Oscilação de peso! Reparem pelas bochechas rs, meu ponto fraco
Oscilação constante de peso! Reparem pelo meu rosto rs, meu ponto fraco

Em paralelo a tudo isso, minha mãe sempre falava que não era o radicalismo que ia me ajudar. Apenas uma alimentação regrada + frequência em exercícios físicos iam me estabilizar na balança, e principalmente, que eu tinha que aprender a aceitar o meu biotipo. 

Pode parecer clichê (eu também achava clichê…), mas para mim esse é o segredo do bem estar. Com exceção de 3 kgs que ganhei no começo de 2014 porque justamente minha vida estava totalmente desequilibrada, foi só a cabeça entrar nos eixos de novo que voltei ao meu peso normal.

Escolhi a corrida como meu esporte
Escolhi a corrida como meu esporte

O que eu quero dizer com esse texto todo é: manter hábitos saudáveis, como quando criança, foi o que fez eu finalmente entrar em paz com a balança.

IMG_1325

Claro que ter um acompanhamento médico é fundamental. No meu caso eu sou paciente do nutrólogo e endócrino Dr. Guilherme Giorelli, que me propõe uma alimentação e rotina totalmente acessível. Como disse, sou traumatizada com dietas radicais e malucas, eu Lari nunca seria feliz com um médico que me mandasse comer batata-doce no café da manhã, entendem? Isso para mim não é normal.

Meu médico, Dr. Guilherme Giorelli
Meu médico, Dr. Guilherme Giorelli

Assim, minha “dieta” é bem simples: 150 minutos de atividade física por semana, evitar ao máximo frituras, gorduras, álcool e doces, e optar por alimentos integrais. Mantendo essa rotina, eu sei que posso me dar o luxo de comer minha pipoquinha + outras besteiras no fim de semana, que eu não vou engordar por isso. Essas besteiras são exceções da minha rotina.

Um fim de treino sábado no Mirante do Leblon
Um fim de treino sábado no Mirante do Leblon

Eu sei que criar um hábito não é fácil. Hoje em dia eu amo correr no sábado e ter aquela sensação maravilhosa depois de suar e quase cair dura cansada haha. Mas, antigamente era piada! Nunca iria me exercitar no meu tempo livre.

Descansando da corrida do último sábado na pedra do Arpoador
Descansando da corrida do último sábado na pedra do Arpoador

Ou seja, ainda bem que hábitos se criam, é só insistir. Não importa sua motivação, o importante é se esforçar a ter uma rotina saudável sim. Ah! Vale comentar que a minha motivação é ter créditos para comer mais besteiras, ok? Confesso hehehe.

IMG_1319

Esse mês busquei o resultado de um dos meus melhores exames (segundo o Dr. Guilherme), e por acaso é a primeira vez que posso dizer que estou feliz com o espelho. Depois desses anos de geurra, eu aprendi finalmente que não vale sacrificar minha saúde para pesar 49kgs e ter a barriga da Izabel Goulart, esse não é meu biotipo, e devemos nos amar como somos – outro clichê verdadeiro.

Eu na praia último domingo e feliz comigo mesma
Eu na praia último domingo e feliz comigo mesma

Bom, o objetivo desse post de Itu hehehe é mostrar para vocês que o radicalismo não leva a nada, nós devemos conhecer nossos corpos e aceitar nossos limites em busca de uma alimentação + atividade física equilibrada, esse é o real caminho para uma vida saudável.

IMG_1323

Preste atenção no seu corpo, descubra o que não te faz bem, o que te faz bem, quais atividades te dar prazer, e aposte nelas.

IMG_1321

Encerro esse post depois de comer torrada com manteiga domingo a noite, mas sabendo que amanhã meu suco verde + tapioca me aguardam no café da manhã, delícia também. Um post em pról de uma vida equilibrada.

PS: para quem está em busca de um médico, eu recomendo de olhos fechados o Dr. Guilherme Giorelli. O end da clínica é Rua Redentor 188 – Ipanema, e tel (21) 2521-4889 (www.giorelli.com.br)

Comentários

  • Publipost disfarcado de desabafo.

    Responder
    • HAHAHAHA tive que aceitar. Publipost DO QUE??? Só rindo.
      Por sinal, aproveita pra correr também pra vê se você gasta essa sua neurose.

      Responder
  • Lari,
    melhor do que manter o corpão é ter saúde!!!

    Agora afinal, você acha que o suco verde tras soluções, vi uma reportagem no fantástico que não falava mt bem!!
    bjoos

    Responder
    • Concordo com você, saúde em primeiro lugar sempre.
      Sobre o suco verde eu acredito que ele é um aliado e não a solução. Para mim que não como salada, engolir logo de manhã uma “salada líquida” é ótimo, me faz muito bem. Mas, essas dietas radicais de suco verde o dia todo não acredito.
      Beijos

      Responder
  • Rindo litros com sua resposta do comentário!!!! Mas Lari, vou ser sincera, adorava sua nutróloga antiga!!! As dicas dela eram muito boas, me ajudavam muito, e as receitas então!! Sei que vc buscou algo mais ligado a estética com tratamento e tudo num só lugar, mas ela podia ter continuado a postar aqui. Adoro seu blog e sua sinceridade com as leitoras. Bjs mil

    Responder
    • Camila querida,
      não sou de ferro, as vezes preciso responder esses comentários sem noção hahaha.
      A Fábia não é nutróloga, ela é nutricionista, é diferente, por sinal, eu também não sabia hehehe. E eu também morro de saudades dela! Pena que ela está atendendo muito em Niterói e nunca conseguimos marcar 🙁 Mas, no meu caso eu precisava muito de um endócrino (o que o Dr. Guilherme faz também).
      Obrigada pelo carinho comigo e com o blog <3
      Beijos

      Responder
  • Lari, amei teu post e, você me conhece faz tempo e sabe que também vivo nessa luta.
    Depois deu eu ter emagrecido quase 30ks, engordei 6kg nos últimos meses e isso estava me deixando super mal, porque a correria da vida não está me possibilitando de fazer exercícios como eu gostaria. Mas ler teu post me motivou a voltar para o foco!

    Corridinha na praia hoje, com certeza!!!

    Beijos e obrigada por compartilhar sua história. Ajuda muitas outras pessoas e quando compartilhei a minha, vi que pude ajudar muita gente. Foi incrível!

    Vou voltar para os trilhos para ficar magrinha de novo

    Beijos Lari e parabéns!!!!

    @didimaia
    http://www.didimaia.com

    Responder
    • Didi querida,
      você é um grande exemplo que com força de vontade conseguimos atingir nossos objetivos. Uma inspiração com certeza!
      Não se preocupa que logo logo você manda embora esses 6kgs, da mesma maneira que você fez com os 30kgs 😉
      Acredito que precisamos compartilhar nossas histórias, pois nada cai do céu. Além do mais, é uma questão de saúde.
      Beijo grande

      Responder
  • Amei o post!!!!

    Nossa, Tinha esquecido como você voltou gorda do intercâmbio Kkk
    Você esta linda!!!!!, e o mais importante com saúde, feliz e sem neuras!!!!
    Beijossssssss

    Responder
    • Uhuuuul isso ai!!!!!

      Responder
  • Lari
    Adorei o post !
    Quanto vc tem de altura?

    Responder
    • Obrigada Ana!
      Eu tenho 1,63, sou baixinha.
      Beijos

      Responder
  • Amei o publipost (sqn) kkkkkkk
    Lari eu estou nessa luta agora, tentando o equilibrio entre corpo e mente e o principal, ser feliz com meu corpo. Nunca te imaginei gordinha, e seu ponto fraco é o mesmo que o meu: o rosto! Fico bochechuda super rápido!
    mil beijos
    Laiz

    Responder
    • Gostou do publi camuflado de desabafo? kkkkkkk cada uma…
      Então, acho que o mais difícil é se aceitar. Só eu sei como já fiz de tudo pra ser magrela tipo modelo, tipo Martha Graeff (musa!)… Mas, não é meu biotipo, eu tive/tenho que aceitar esse fato.
      Sobre bochecha, nos demos mal, hein? Kkkk. Não tem como disfarçar, quando eu engordo todo mundo repara.
      Boa sorte na sua busca do equilíbrio : )
      Beijos

      Responder
  • Adorei este post, Lari! Parabénss!! Você está mais linda e elegante a cada dia. Bjs

    Responder
    • Bel querida, muito obrigada pelo comentário tão querido. Beijo grande

      Responder
  • Lari, adorei sua história! Real e inspiradora! Meu problema é ter força de vontade pra malhar. Todo dia eu vou dormir com esse objetivo e me saboto no dia seguinte. Seu namorado te acompanha nas atividades físicas? Acho que me falta uma companhia.

    Responder
    • Muito obrigada, Luiza. Fico feliz que minha história te inspirou : )
      Eu te entendo totalmente, eu também tinha muuuita dificuldade antigamente, mas tenta ir de tarde ou a noite, assim não tem risco de sabotar (acho de manhã mais fácil para isso rs). Meu namorado me acompanha nas atividades, mas só nos fins de semana e ajuda muito, é verdade, mas durante a semana vou sozinha mesmo. Boa sorte, viu?
      Beijos

      Responder
  • Lari, vc está linda.. Só na vida saudável mesmo que poderemos manter o corpitcho.. Fiquei com uma duvida.. Qual sua altura?

    Responder
    • Obrigada Janaina : )
      Eu tenho 1.63.
      Beijos

      Responder
  • Adorei o post! Otima motivacao para todas nos! As vezes ficamos fantasiando que as blogueiras vivem nas clinicas de estetica e assim “é mole” ser magra, mas voce é exemplo vivo de que na verdade são mulheres reais como todas, com dificuldades, anseios, etc. Parabens Lari! So falta voltar pro Ballet! To esperando 😉

    Beijocas

    Responder
    • Nath, de nada adianta meia hora de aparelho e depois se jogar no brigadeiro, vai por mim! Hahahaha. Inclusive estava conversando com meu namorado sobre isso outro dia, como dinheiro ajuda muito mas não é a fórmula para emagrecer, no final das contas o que vale é suar e fechar a boca, né?
      Precisando urgente voltar pro balé, ai sim vou ficar Izabel Goulart kkkkk.
      Beijos

      Responder
  • Lari! Adorei esse post! eu seeempre fui bem gordinha…hoje em dia que consegui estabilizar meu peso em 55kg (meta são 56kg em 1,60 #complexodegostosaperonomucho) e vc tem plena razão: enquanto não aceitarmos nosso biotipo nunca vamos nos sentir satisfeitas! Você tem um corpão! tá de parabéns 😉 . Tenho trauma de dietas, hoje aposto na reeducação alimentar e bom senso e tem dado certo! Bjokas!

    Responder
    • Rafa querida, acho legal isso também! Cada uma na sua meta (seja ganhar mais massa ou emagrecer), mas respeitando seu biotipo : ) Beijos

      Responder
  • Oi Lari. Me identifiquei..vivo num engordo -emagreço daqueles!! Senti falta d uma informação…qual se peso atual? Bjs Aline

    Responder
    • Eu comentei no texto. Atualmente 54kgs estáveis hehehe Beijo grande

      Responder
  • Larissa,
    Gosto muito do se blog. Sou leitora assidua.
    Parabens!!!!

    Responder
    • Que notícia boa! Obrigada : )

      Responder

Comente

Cancelar resposta

Responder a Ana lucia Madureira de Pinho Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.