07 • dezembro • 2017 Lari Viagem

Tudo sobre minha hospedagem no Belmond Copacabana Palace

Onde-se-hospedar-no-Rio?-Onde-Ficar-?-Dicas-blog-da-Lari-Duarte-Belmond-Copacabana-Palace-tudo-sobre-Hotel

Se tem uma coisa que eu amo nessa vida é viajar. Estou sempre pensando no próximo destino, e amo pesquisar/ler sobre hotéis. Não a toa que criei a hashtag #ViajandoComLari, né? Viajar é de fato um dos meus principais hobbies <3

Mas, por que estou falando tudo isso logo agora, oras? Porque no último fim de semana, eu dei check em uma “viagem” que sempre quis fazer: me hospedar no Belmond Copacabana Palace.

Eu coloquei entre aspas “viagem”, pois, como carioca, não seria uma viaaaagem/viagem mesmo (se bem que o trajeto Barra – Copa é quase uma viagem sim… hahaha). Brincadeiritchas a parte, no fim das contas eu me senti viajando real, me senti uma turista no meu próprio Rio, e voltei domingo renovada para casa.

Onde-se-hospedar-no-Rio?-Onde-Ficar-?-Dicas-blog-da-Lari-Duarte-Belmond-Copacabana-Palace-tudo-sobre-Hotel

O Copacabana Palace é um dos hotéis mais tradicionais do Brasil – se não for do mundo. Todo mundo já escutou falar dele. O hotel foi construído na década de 20 a pedido do, ninguém menos, presidente da época (Epitácio Pessoa) que desejava ter um hotel de luxo na então capital do país.

Até hoje ele é referência, e já hospedou muitas celebridades. E acho que por essa história toda que eu sempre quis ter meu “momento hóspede” por lá também.

Quando você entra no Copa, você se sente realmente em outra cidade, em um Rio que funciona. Sabe a fama de atendimento ruim da cidade? Esquece! Durante toda a minha estadia fui super bem cuidada. Funcionários bem treinados e gentis, sempre a postos pra ajudar nós hóspedes – sempre quis falar isso haha.

Como já era de esperar, a estrutura do hotel é excelente. Quarto e banheiro amplos, bem iluminados, cama confortável, aquela decoração clássica e aconchegante, do jeitinho que eu gosto. Tenho paaavor daquele estilo quarto-modernoso-escuro, sabe? Aquele que quando você sai na rua, a maquiagem é uma surpresa haha.

Outro coisa que não poderia deixar de falar é a piscina! Famosa piscina do Copa que eu já tinha visto inúmeras vezes, mas nunca curtido de fato. Ela passou por uma reforma durante o inverno, ganhou novos móveis, paisagismo de Burle Marx, e um pool bar.

Eu amei meu dia de “piscina”. O menu de drinks do bar é ótimo, e pra acompanhar pedimos vários pratos para dividir. Dadinhos de tapioca, pastéis, pães de queijo… Tudo aprovado! Fora os mimos, como uma pessoa oferecendo toalhinhas geladas para refrescar nas espreguiçadeiras, e sugerindo trocar a toalha molhada.

No quesito gastronomia o hotel dá um show também. Atualmente existem três opções. O italiano Cipriani, o asiático Mee, e o restaurante da piscina, a Pérgula.

Na sexta eu jantei no Cipriani. Há quatro anos que não ia (inclusive escrevi esse post da última vez que fui), e posso falar que continuo recomendando. O chef trocou, o menu mudou, mas na gostosura tudo segue igual. Eu estava com meu namorado e um casal, e todos saíram felizes e satisfeitos com suas escolhas. A proposta é mais formal, arrumado, com piano tocando ao fundo… Como falamos no jantar, a sensação é que você está no livro Gatsby. Vale a pena conhecer.

Mas, a bola da vez, a novidade queeentíssima, é a Pérgula. O restaurante que fica a beira da piscina passou por uma super transformação depois de 24 anos. Com investimento de 8 milhões de Temerzinhos, a nova Pérgula ganhou uma nova decoração, com ambiente despojado, e um novo menu – assinado pelo chef Filipe Rizzato.

A proposta é o Pérgula ser muito além de um restaurante de piscina, e sim, um local para os cariocas frequentarem. Eu fui no sábado a noite e adorei! Clima animadex com DJ (tem de quinta a sábado a noite), carta de drinks super legais, e comida deliciosa. Recomendo super marcar um almoço, jantar, ou até brunch com os amigos lá.

Belmond-Copacabana-Palace-Hotel-Rio-de-Janeiro-onde-se-hospedar-ficar-Lari-Duarte-blog-01

Bom, como vocês podem ver, eu AMEI meu fim de semana no Copacabana Palace. A sensação que tive é que você não precisa sair de lá para nada, sabe? Você tem TUDO ali, e TUDO maravilhoso. É uma experiência que todo mundo pelo menos 1x na vida deveria viver, se dar de presente. Vale todo o investimento.

 

 

www.belmond.com/copacabana-palace-rio-de-janeiro

16 • novembro • 2015 Lari Rio­Viagem

Um dia no hotel Copacabana Palace

Quem me segue no Instagram e no Snapchat (@lariduarteoficial e lariduarteof) viu que há algumas semanas eu passei o dia no Hotel Copacabana Palace, a convite do próprio hotel. Inclusive, eu aproveitei a ocasião para gravar o #LariEntrevista com a Dandynha (que vocês podem rever clicando aqui hehehe).

Mas, hoje não vou falar de vídeo (não deixem de acessar o canal, hein? hahaha), eu vou contar sobre minha experiência de “day use” nesse hotel tão icônico no mundo.

Day use Copacabana Palace como é valores tudo sobre blog Lari Duarte hospedagem no Rio

Ao contrário de outras cidades de praia, como Miami e Saint-Tropez, o day use ainda não é muito comum por aqui. Para quem não sabe, o day-use dá direito à pessoa aproveitar por 8 horas o hotel, e por um preço bem mais em conta que o da diária. No caso do Copa é R$850,00.

Nesse tempo e por esse valor, você pode aproveitar a icônica piscina (parte que mais gosto!), academia, quadra de tênis, massagem no Spa, beach service, e até um almoço no restô délis da piscina, o Pérgula.

Como no dia que eu fui o tempo estava fechado (cuén cuén…), meu plano de ficar torrando pegando sol na piscina babou rs, mas eu almocei no Pérgula (que já conhecia e super indico para ir fim de semana) e fui no Spa.

Day use Copacabana Palace como é valores tudo sobre blog Lari Duarte hospedagem no Rio

Por sinal, o Spa merece um parágrafo só dele hahaha. Como vocês sabem, eu AMO um spazinho, qualquer hotel que eu fique  se tem eu vou. Ou seja, modéstia a parte disso eu entendo hahaha. E posso falar que o do Copa é um dos melhores da cidade. Eu fiz uma massagem relaxante maravilhosa.

Bom, como eu já imaginava quando recebi o convite… a experiência foi super positiva e eu recomendo. Eu achei a ideia muito legal para qualquer pessoa que queira viver a experiência do Copa, sem necessariamente se hospedar.

Por exemplo, pessoas de outras cidades, casais que estejam comemorando alguma data especial, ou até mesmo um “auto-presente” hahaha – merecemos, né? Fica a dica de uma programação diferente e super especial no Rio.

www.belmond.com01