30 • junho • 2011 Lari Moda

Compras em Buenos Aires

Além de dicas de restaurantes e do que fazer em Buenos Aires (post aqui), me fizeram uma pergunta com freqüência esses dias:  e ai Lari, muitas compras?. Sai de casa convicta que não compraria nada além do “necessário” durante a viagem.  Umas coisitchas no Duty Free e olhe lá. Mas como diz o hino, “Uma vez consumista, consumista até morrer”, e eu resolvi compartilhar com vcs peruas a minha análise comprística do local.
Moeda desvalorizada + couro + botas = tentanção!


Não é lenda urbana. Nunca vi uma cidade com tantas vitrines com peças de couros e botas. Vale a pena congelar o cartão, e só usar na terra dos hermanos. A maioria das peças que eu vi eram beeem mais baratas do que no Brasil. Mas a onde comprar?

Além dos tradicionais pólos de compras, como as ruas da Recoleta, Galerias Pacifico, Calle Florida (cof cof Uruguaiana), Pátio Bullrich, etc, o bairro Palermo Soho chamou minha atenção.

Segundo a concierge do Alvear, é a Oscar Freire portenha. O quadriláterio da Plaza Cortazar é cercado por uma mistura de marcas argentinas e feirinhas. Minha sugestão é chegar cedo e aproveitar o dia para explorar a região. Entrar com calma em cada loja que chamar a atenção e ir descobrindo mesmo as labels desconhecidas.
Infelizmente, eu não dei sorte e não achei nada que eu queria no meu tamanho, mas eu vi muita coisa linda. Vale a pena programar uma tarde do itinerário para desvendar o bairro mais cool do momento 
21 • junho • 2011 Lari Life Style

Paraty

Esse aniversário eu resolvi fazer algo diferente, e fui comemorar meus 22 anos viajando – afinal não basta só o dia, o fim de semana também é meu e de comemorações (mimada!). Como eu só tinha dois dias, não podia ir para muito longe. Assim, meu pai sugeriu um local pertinho aqui do Rio que ele ama, e que foge da tradicional rota Angra-Búzios: Paraty. E posso falar? voltei apaixonada pela cidade.


Como eu não sei ser sucinta, vou separar em posts minhas dicas de lá. E o de hoje é sobre o local incrível que eu me hospedei, a pousada Casa Turquesa.


Localizada no centro histórico de Paraty, a Casa Turquesa existe há três anos e já faz parte do guia internacional de Small Luxury Hotels of the World (de brasileiro além dele só o Hotel Santa Teresa que falei nesse post). Além disso, já saiu nos principais guias de viagens e veículos, como Vogue, Paris Match, In Style, Le Figaro, etc. Eu, particulamente, descrevo a pousada com a frase: “para poucos e bons”.

Meu quarto



Ao todo são nove suítes. A proposta é que o hóspede se sinta em casa. Não apenas nos quartos, mas cada cantinho da pousada tem aquele clima aconchegante. Todos os funcionários são atenciosos, mas no ponto exato. Eles possuem a arte de receber, sem ser aquela “simpatia forçada“, sabe? Eu diria que na medida certa – o que é algo raro.

Bar com drinks deliciosos. Minha sugestão: caipivodka de kiwi com hortelã




Para completar, muitos mimos durante toda a estadia. Na chegada cada hóspede ganha um par de havaianas no seu número para andarem na casa. Afinal, as ruas do centro de Paraty são de pedras e terra, ninguém quer pisar no quarto com rasteirinha suja, né? O café da manhã é servido no horário que você quiser, e personalizado conforme o seu paladar. Traduzindo: vc pode acordar depois das 10h, e ainda vai ter pãozinho quente.

Como o meu quarto era o vermelho, as minhas vieram com fitinhas na mesma cor

Salada de frutas deli

Na primeira noite, eles colocaram no quarto kits com produtos da Granado, diferentes para homem e mulher. Na segunda noite, chocolate, toalhinha, cordão e cachaça artesanal para cada um. E como meu pai avisou que era meu aniversário, eu ganhei uma Chandon, cartão personalizado, e dois mini-bolos. Fofis!






Para quem ficou interessada em se hospedar na casa, fica uma dica: reserve com antecedência. Eu fui em baixa temporada e todas as suítes estavam ocupadas.


23 • Maio • 2011 Lari Life Style

Conexão NY

Como 90% da população feminina do planeta, eu sou apaixonada por NY.




Essa minha paixão é conseqüência de três idas específicas à cidade, que marcaram muito minha vida. Primeira viagem: foi na Big Apple que eu vi neve pela primeira vez. Apesar de ter apenas 4 anos, me lembro como se fosse hoje da cena do meu pai abrindo a janela do carro para “sentirmos” a neve que caia.


Segunda ida: aos 12 anos, no ápice da minha descoberta de perua, em uma viagem só com minha mami. Me encantei com a vida cosmopolita da cidade, e de todo o glamour de Manhattan. Voltei falando pra deus e o mundo que quando eu crescesse ia morar lá.


Terceira: ano passado. Aos 21 anos, finally maior de idade nos EUA, eu vivi todo o glamour que eu sonhei aos 12. Restaurantes badaladíssimos, idas a nightclubs e lounges com acesso restrito, mix de culturas, os lançamentos do mundo fashion, e a forte presença da arte. Ai ai, sabe quando você se encaixa em um lugar? pois é, me encontrei.


Agora você deve estar pensando, “e esse post é para que?“. Me desculpem, mas quando o assunto é NY (ou Parrí), não consigo ser sucinta. E eu resolvi listar alguns, dos vários, endereços que eu amo na cidade – tive que me controlar, se não ia ficar muito grande.


Restaurantes
-Buddakan


Restaurante asiático super descolado. É nele em que a Carrie no primeiro filme do Sex and The City faz seu jantar de noivado. Além do menu delícia, o ambiente é super agradável para tomar um drink e conversar.

-Serafina


Eu e Bela no Serafina SP

Restaurante italiano com opções de massas e pizzas deliciosas. Abriu filial em SP, que não perde nada para a de NY.

-Nobu


Restaurante japonês. Melhor menu degustação!

-Megu


Restaurante chinês que vale a pena conhecer, e também pedir o menu degustação.

Standard Grill
Local pra ver e ser visto! Como vários endereços de ny, come-se bem e também tem drinks ótimos.

-Cipriani


Restaurante italiano maravilhoso, super tradicional na cidade.

-Baltazar


Localizado no Soho, tem um brunch delicioso, e o ideal é esticar o dia para comprinhas e passeios na região.

-Magnolia Bakery



Cupcake mais gostoso de todos!!! Por mais clichê que seja, vale a pena encarar a fila.


Para badalar

-Provocateur
Uma boate super exclusiva, onde é possível encontrar várias celebries.
-Lavo
Boate que bomba as quintas.
-The Boom Boom Room
Localizado na cobertura do hotel The Standard (onde também fica o restaurante), tem uma vista incrível de ny!!!! Speechless!!! É dificílimo de entrar, tem que ter um bom contato. Mas vou fazer meu momento fofoca…. roubaram minha máquina lá dentro, acreditam? Então não sejam tontas que nem eu, esse público “seleto” também tem trombadinhas igual aqui, viu?
-Gold bar
Melhor dia é sexta. Aproveite a parede toda de caveirinhas douradas para bater muitas fotos.


Museus

-Moma
Museu de arte moderna. Sempre tem exposição nova.
-Guggenheim museum
Coleções permanentes de obras de Impressionismo e Pós-impressionismo.


Compras

-Bergdorf Goodman
-Barneys
-Saks


Sem contar nos passeios, como: passear no Central Park, assistir musicais da Broadway e off-Broadway, atravessar a Brooklyn Bridge, passear no West Village (meu bairro favorito), etc.




E vocês? Dicas de NY? Conta pra gente!