07 • julho • 2015 Lari Viagem

Onde comer em Paris? (Parte #02)

LD_ONDE_COMER_EM_PARIS_4

Hoje é dia de continuar a série “Onde comer em Paris?“. Na semana passada eu falei nesse post sobre meus lugares favoritos para tomar café da manhã e brunch, hoje eu vou falar sobre os endereços que mais gosto para almoçar, almoçar com vista e fazer aquele lanchinho a tarde na cidade-luz. Vejam só:

LD_ONDE_COMER_EM_PARIS_1 (1)

  • Le Relais de L’Entrecôte: apesar de muita gente achar nada demais, ele continua sendo um dos meus restôs favoritos do mundo hehehe, eu SEMPRE vou. O menu? Só uma opção de prato: bife com batatas fritas e um molho especial que a receita é guardada a 7 chaves. Ah! E antes vem uma saladinha. Como costuma ficar muito cheio (um mix de turistas e locais) e eles não fazem reserva, eu recomendo chegar  no horário de abertura. Outro ponto que vale comentar é que o molho do original tem nada a ver com os genéricos que têm aberto aqui no Brasil, viu? Não deixe de ir e comparar rs.

(www.relaisentrecote.fr)

  • Brasserie Lipp: um clássico de Paris! Ir no Lipp é como entrar na máquina do tempo e voltar para o passado. Decoração antiga, garçons senhorzinhos… Além de ter os pratos típicos da culinária francesa em seu menu. Dizem que não mudou quase nada desde a sua inauguração em 1880.

(151 Boulevard Saint-Germain, 75006 Paris, França/ Telefone:+33 1 45 48 53 91)

  • Chez André: outro bistrô muito clássico de Paris, inclusive é vizinho de uma filial do Le Relais de L’Entrecôte rs. Para quem ama Pato, lá tem um dos melhores da cidade.

(www.chez-andre.com)

  • Restaurante da Colette, o Waterbar: no subsolo da famosa multimarcas Colette fica um dos meus restôs favoritos para almoçar na cidade. Além de ter sempre um pessoal da moda descolado, a comida é uma delícia com muitas opções orgânicas.

(www.colette.fr)

  • Cojean: é um fast-food de comida saudável que têm em vários pontos de Paris. Como os cariocas, os parisienses também andam mais focado em uma alimentação orgânica. É uma excelente opção para um almoço rapidex e também é possível levar para casa. Para ler meu post exclusivo sobre o Cojean clique aqui.

(www.cojean.fr)

  • L’Avenue: eu prefiro ir no famoso restaurante L’Avenue para almoçar, se for em uma das mesas da varanda então melhor ainda. Apesar de clichê, a comida é deliciosa e está sempre bem frequentado – principalmente durante fashion weeks, todo o “povo das modas” vai lá rs. Eu acho que o atendimento deixa um pouco a desejar, mas todo o resto compensa. Minha sugestão? Peça o risoto de camarões com o vinho rosé Domaine Ott acompanhando, combo perfeito! Para ler meu post exclusivo sobre o L’Avenue clique aqui.

(www.avenue-restaurant.com)

  • Le Récamier: mais um da lista dos meus favoritos do mundo #gulosa hehehe. O restaurante é especializado em suflé, para quem ama (como eu) é o paraíso. Além disso, é um local frequentado por locais, bem tranquilo. Para ler meu post exclusivo sobre o Le Récamier clique aqui.

(4 Rue Récamier, 75007 Paris/ Tel:+33 1 45 48 86 58)

  • Ralph’s: é o restaurante da loja Polo Ralph Lauren, e inclusive fica dentro dela em Saint Germain. Além de ter uma decoração linda com móveis da linha home da marca, o menu americano é uma delícia. Ideal para matar aquele desejo de hamburguer, saber?

(www.ralphlaurenstgermain.com)

  • Breizh Café: é um dos meus crepes favoritos de Paris. Me lembra muito o do restaurante Le Blé Noir aqui no Rio. Ambiente pequeno, aconchegante, no coração do Marais. Para ler meu post exclusivo sobre o Breizh só clicar aqui.

(www.breizhcafe.com)

LD_ONDE_COMER_EM_PARIS_2

Agora eu criei uma categoria dentro de almoços: almoço com vista. Afinal, quando está aquele dia lindo de sol e quente em Paris tudo o queremos é sentar em um lugar com uma bela paisagem, né? Confiram os meus favoritos:

  • Monsieur Bleu: é uma excelente opção para jantar também, mas eu prefiro ir de dia para apreciar a vista. Cozinha contemporânea deliciosa e muito frequentado por fashionistas. Para ler meu post exclusivo sobre o Monsieur Bleu clique aqui.

(www.monsieurbleu.com)

  • Les Ombres: dentro do Musée de Quai Branly fica o restaurante com uma das vistas mais lindas de Paris. Um espetáculo para se ver de dia, como de noite com o show de luzes da torre. A cozinha é contemporânea e eles têm boas opções de fórmulas.

(www.lesombres-restaurant.com)

  • La Plage Parisienne: ainda muito desconhecido dos turista, eu descobri esse restô através de uma amiga que mora lá. Plage é praia em francês, e o nome é “A Praia parisiense” porque fica na beira do rio Sena, que os próprios parisienses brincam que é a praia deles. É uma delícia almoçar em sua varanda em um dia de sol, e o local tem ótimos pratos com frutos do mar.

(www.laplageparisienne.fr)

  • L’Oiseau Blanc: esse restaurante fica no rooftop do Hotel Peninsula, e como todos desse categoria também tem uma vista liiinda. A especialidade é cozinha francesa mesmo e vale muito a pena ir.

(www.paris.peninsula.com)

LD_ONDE_COMER_EM_PARIS_3

As vezes não temos tempo ou não queremos almoçar, apenas fazer um lanchinho, né? Nesse caso eu gosto desses três lugares:

  • Au Petit Grec: já falei 1 milhão de vezes aqui no blog que é o meu crepe favorito de Paris e que é baratíssimo também rs. Um tipo de “podrão”, mas muito delicioso! Para ver meu post exclusivo sobre Au Petit Grec clique aqui.

(https://www.facebook.com/Au-Ptit-Grec)

  • Le Deux Magots: o clássico café francês, cena de tantos filmes, para mim tem o melhor croque madame da cidadeo típico misto quente francês com ovo. Perfeito para quando a fome bater no meio do dia.

(www.lesdeuxmagots.fr)

 

  • Le Flore en L’ilê: esse café dentro da Île Saint Louis (a charmosa ilha atrás da catedral Notre Dame) vende o sorvete Berthillon, considerado um dos melhores. Assim, acho uma delícia sentar ali no meio do dia para tomar um sorvete e um cafézinho.

(www.lefloreenlile.fr)

1413262824842

Bom pessoal, essas foram as minhas dicas de almoço e lanche em Paris, espero que provem e gostem : ) E na semana que vem vou postar a última parte da série. Fiquem de olho!

15 • junho • 2015 Lari Restaurante­Viagem

Dica delícia de Brasília: Olivae

Como eu contei para vocês nos posts abaixo hehehe, apesar do casamento ser no sábado, eu cheguei em Brasília na sexta. E como era Dia dos Namorados, eu e o Pedro queríamos comemorar a data jantando em algum lugar legal.

d34ab7e09b48f778559e

Confesso que a princípio eu queria jantar no famoso Taypá (restaurante peruano premiadíssimo de lá), mas eles não iam fazer reserva especialmente na data #odeio. E como nossos vôos chegavam tarde, não rolava comemorar na fila, né? Hahaha. Dei uma pesquisada no blog de gastronomia que adoro Destemperados e acabei reservando no restaurante Olivae.

O Olivae foi uma excelente surpresa. O chef da casa Agenor Maia (que já passou pelo Dom) é um apaixonado por azeite de oliva e esse é o ingrediente principal nas receitas do restaurante.

782eb100adbfa768a96d.jpg

Acabamos optando pelo menu fixo de dia dos namorados + uma garrafa de vinho (porque não somos de ferro, néan? haha) e adoramos a experiência. Todos os pratos deliciosos, atendimento bom, e ambiente aconchegante. Para quem for para Brasília, vale a pena conhecer.

www.olivaerestaurante.com.br

PS: só não reparem a falta de fotos! Em tempos de Snapchat, eu esqueci totalmente de tirar, acreditam? rs #FalhaNossa

10 • fevereiro • 2015 Lari Alimentação­Restaurante

Onde comer bem e saudável no Rio?

capa

Não, eu ainda não virei blogueira fitness, calma! Rs. Apesar de não ser nenhuma neurótica com alimentação, eu gosto de viver a base do equilíbrio.

Isto é, no fim de semana me dou ao luxo de comer o que eu quiser, e de segunda a sexta me mantenho em uma alimentação regrada – sem álcool, doces, frituras e farinha branca.

Assim, como eu tenho recebido muitos emails de pessoas que estão vindo agora no Carnaval para o Rio, eu resolvi listar o meu TOP 3 restaurantes cariocas para comer bem, saudável, e com muito prazer. Confiram:

jaee2

A proposta do Jaeé é ser um fast-food de comida saudável. Ele tem uma geladeira com várias opções healthy e gostosas para comer na hora ou levar para viagem. Além de várias opções de suco verde.

Minhas sugestões? Peça o suco verde energizante e o salpicão (tem só 200kcal e é deli!). Apesar de não ser uma grande novidade, eu só fui descobrir esse ano e já virou o meu point de reuniões rs.

balada_mix

Como boa moradora da Barra, eu sou  vi-ci-a-da  no Balada Mix. Vou explicar, o Balada (como os habitues chamam) era uma lojinha de sucos e sanduíches naturais pequena na Barra. Hoje em dia existem inúmeras unidades por todo o Rio, mas a proposta continua sendo a mesma.

Vou no mínimo 1x por semana nele, juro! Seja com amigas para colocar o papo em dia ou com meu namorado. Já tive várias fases de “prato favorito” rs, mas no momento estou in love pelo combo: açaí batido com morango + salada de quinoa + torta integral de banana.

org_restô

O Org Bistrô é mais uma descoberta tardia, mas não menos apaixonante. É um restaurante vegetariano e orgânico que consegue ter pratos deliciosos – amo o quinoa burguer e a feijoada das sextas. Além disso, o ambiente é muito fofo e super aconchegante.

Bom meninas, eu espero que tenham gostado das dicas. Eu acredito que dieta e alimentação tem que ser algo prazeroso, e esses três lugares para mim mostram que é possível sim comer bem e com sabor ao mesmo tempo.

PS: se alguém tiver outra dica, pode compartilhar, viu?